Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A galinha da vizinha

A galinha da vizinha

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

25
Dez18

Natal agridoce

Gostava de escrever um post feliz, que salientasse os bons momentos e as anedotas que passamos este Natal.

 

Gostava de escrever a dizer que o mano mais velho me encheu o coração com a inocência dele acerca do Natal, a contar-me que queria ter dado um beijinho ao Pai Natal, que o Pai Natal é amigo, mas foi embora demasiado rápido pela chaminé e nem chegou a vê-lo.

 

Gostava de falar sobre as fotografias que encontrei na máquina, tiradas pelo mano mais velho: eu a dar o remédio ao mano mais novo, o pai e o avô no sofá, o pai de pijama à porta da sala, eu na sanita (esta não era para contar!).

 

Gostava de dizer que estou feliz porque ontem passamos um dia muito tenso e angustiante por causa do mano mais novo estar doente e finalmente hoje a medicação está a fazer efeito e voltou de novo o bebé bem disposto que tanta companhia nos faz.

 

Gostava de contar a modo de anedota que o mano mais velho estava a portar-se mal e fingimos um telefonema do Pai Natal zangado e ele disse que se ia portar bem “uma vez”.

 

Gostava de dizer que de manhã quando acordamos o mano mais velho quis abrir a janela para ver se “já era de dia não ou sim”.

 

Mas não consigo...

 

Hoje tive que tomar a decisão de não ir ao almoço de Natal com os pequenos, os tios e os primos em casa dos avós pelo bem da saúde do mano mais novo. Apesar de todos os bons momentos agora só sinto o pesar de não estar a fazer parte do almoço de Natal do mano mais velho. Não pensei que fosse tão difícil, afinal é só um almoço, e é só um dia, e é só este ano..

 

E isto custa pra caraças.. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D