Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A galinha da vizinha

A galinha da vizinha

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

10
Ago19

De férias e a exercitar os glúteos

Quem é que é da opinião que ir de férias é passar o dia de papo para o ar e não mexer nem uma palhinha?

 

Pois experimentem ter filhos e ir de férias com eles. 

 

E para além disso, quem é da opinião que férias é para esquecer dietas e exercício físico?

 

Para além de ir de férias com os filhos, experimentem que um deles fique fechado sozinho no elevador.

 

Pois estava eu com os dois no patamar do terceiro andar onde estamos a passar férias. Como de costume, estava a apertar o mais novo no carrinho, a pendurar a mochila, confirmar que tinha as chaves, o telemóvel, as fraldas, as bolachas Maria, água, o protetor solar e no meio disto tudo o testamento para quando me desse o chilique..

Neste período todo, o mais velho estava a carregar incessantemente no botão do elevador. Ora abria a porta, ele entrava, saia, fechava porta. Carregava no botão e volta o exercíciosinho do entra e sai e carrega outra vez. Na vigésima terceira vez, o elevador fecha-se quando ele salta lá para dentro e adeusinho que lá vou eu dar uma volta pelo edifício. 

 

Primeiro pensamento meu: "alguém chamou o elevador e vai para o andar onde foi chamado".

 

Aos gritos no prédio, começo um diálogo com ele a perguntar se a porta está a abrir. Ele diz que não e eu começo a percorrer os andares acima e abaixo a ver se vejo o elevador. 

 

Continuo a perguntar se a porta abre, a pensar em qual dos andares terão chamado o elevador. Mas ele diz que a porta não abre e começa a chorar. Toca a subir e descer novamente aos gritos com ele para ter calma, não esquecendo que tenho o mais novo sentado num carrinho sozinho no terceiro andar.

Chego ao rés do chão pronta para pedir ajuda quando vejo pela frincha da porta a luz do filho da mãe do elevador a passar por mim para cima. Subo os andares todos a ver se o apanho até que chego ao terceiro e vejo a porta abrir-se com o meu rico filho la dentro.

IMG_20190810_215118.jpg

 

Com glúteos doridos e toda a boa vontade do mundo, deixo-vos as seguintes dicas:

- quando os elevadores ficam todos baralhados por causa de criancinhas como o meu filho, vão ao ponto de referência para zerar o sistema, que neste caso era a garagem. Se tivesse sabido isso de inicio, tinha evitado uns quantos sobe e desce.

- o miúdo desde que viemos de férias que achou piada carregar no botão 3 porque era o mesmo número da idade dele e então carrega sempre quando entramos no elevador. Graças a esta brincadeira carregou no três quando estava preso no elevador e conseguiu sair da embrulhada.. Orgulho mai'lindo da sua mamã! (depois de me tirar anos de vida..)

 

E no meio disto tudo acho que deve estar a ser preparado um arraial aqui na zona para quando nos formos embora, para celebrar a nossa ausência!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D