Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A galinha da vizinha

A galinha da vizinha

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

22
Nov18

As maleitas

Ando preocupada com o mano mais novo. Nunca fui sismada com isso do perfil e do peso, mas ultimamente não consigo desligar-me desse assunto.

 

Neste momento ele tem 6 meses, e ha dois meses para cá que não tem quase aumentado de peso. Aos 4 meses parecia que estava enjoado do leite. Antecipei a introdução de sopas e fruta e comecei aos 4 meses e meio. No início a novidade parecia que ia ser bem sucedida, mas em breve passou a ser um pequeno filme dar-lhe de comer. O leite continuava a não ser muito apreciado e o apetite não era muito.

 

Com a entrada no infantário, houve provavelmente alguma insistência na comida e o menino aprendeu a provocar o vomito quando não estava com vontade de almoçar. Entretanto o pediatra mostrou alguma preocupação na falta de aumento de peso e na rejeição alimentar. Combinamos continuar a fazer controlo de peso e avaliar.

 

Posto isto, não estava minimamente alarmada porque o “pequenito” era “grande”, bem disposto e porque do meu ponto de vista o que tinha acontecido era que o apetite dele estava a regular, pois antes destes episódios era um pequeno glutão.

 

Entranto chegaram as maleitas típicas desta altura.. primeiro foi otite com direito a antibiótico. Antes do antibiótico terminar apareceram vómitos e diarreia com direito a um diagnóstico de gastroenterite. No meio disto tudo tivemos um episódio menos bonito com desidratação e um bebé muito murchinho e queixoso. Parece-me que em breve mais vale montar tenda à entrada da urgência pediátrica, ao menos poupo umas saídas de casa a horas em que já não me lembro de andar na rua desde o tempo da universidade!

 

Ainda não voltei ao pediatra porque sei que a balança não vai ser amiga, e agora sim começo a pensar no peso e no apetite com outra preocupação. Só quero voltar a ver o pequeno com apetite e com boa disposição porque esta cabeça de mãe já foi realizadora de mais filmes de terror que o próprio Spielberg.

 

O apetite ainda não voltou mas hoje a boa disposição apareceu de novo e deixem-me dizer-vos que nunca me soube tão bem e me diverti tanto a ver o meu filho palrar e brincar. Parece que respirei fundo por um bocadinho!

 

Vamos lá cruzar os dedos para que esta leva de maleitas vá embora rápido e que tudo não passe de um início de entrada na creche difícil (agora que penso nisso, com tantos dias a faltar daque pouco temos que fazer novamente semana de adaptação!)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D